Guardas são presos por transformar museu em motel

Da Redação
Em São Paulo

Dois romenos foram demitidos de um dos mais famosos museus de Bucareste porque permitiam que casais fizessem sexo dentro dos chalés adornados que compõem a instituição. Os guardas ganhavam até US$ 3 por casal.

Repórteres de TV se passando por namorados, com uma câmara escondida, filmaram dois guardas oferecendo acesso a uma edificação dentro do Museu Village, um dos mais antigos da Europa a céu aberto.

O Ministério da Cultura disse que havia demitido os dois guardas depois que a matéria foi televisionada na noite de quinta-feira. O órgão pediu que a polícia investigasse o caso.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos