Tribunal italiano decide que pais têm de sustentar filhos adultos

Da Redação
Em São Paulo

Em uma decisão que provocou arrepios em muitos casais, o mais alto tribunal de apelação da Itália decidiu que os pais devem sustentar seus filhos adultos até que eles achem um emprego de que gostem.

Psicólogos advertiram que a decisão pode desencorajar os casais a ter filhos em um país cuja taxa de natalidade já é uma das mais baixas do mundo. Comentaristas disseram que a sentença aumentaria a taxa de desemprego na Itália, atualmente elevada.

O caso foi detonado por conta de uma desavença entre uma família rica de Nápoles (sul), cujo pai ainda paga 744 euros (US$ 680) por mês para um filho formado em direito e que tem 30 anos.

O filho também possui um fundo de investimento no valor de 250 mil euros, vive em um dos melhores bairros da cidade e recusou várias ofertas de emprego.

Mas a Justiça decidiu que o pai, Giuseppe Andreoli, um ex-parlamentar e médico, deveria continuar a sustentar seu filho.

"Não se pode culpar um jovem, principalmente um jovem de uma família rica, que recusa um emprego pelo fato de esse não atender às suas aspirações. Os pais devem pagar pelo sustento dele", afirmou a corte em uma sentença tomada no começo desta semana.

Andreoli disse na sexta-feira ter ficado chocado com a decisão. "Sinto desgosto pelo país que amo. As coisas não foram sempre assim", declarou.

A sentença trata de um assunto delicado na Itália, onde uma em cada três pessoas com idade entre 30 e 34 anos vivem com os pais, preferindo os confortos do lar paterno e da comida da mãe a enfrentar a solidão.

"Essa decisão abre um precedente perigoso", disse a psicóloga Gianna Schelotto. "Até os anos 80, os jovens queriam emancipar-se de suas famílias, mesmo que isso significasse sair de casa para lavar louças. Hoje, os trintões ainda se sentem jovens e não estão preparados para sacrifícios."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos