Crentes em extraterrestres querem clonar doente terminal

Da Redação
Em São Paulo

Um homem de 59 anos que sofre de uma doença incurável e está em fase terminal pediu que o movimento dos raelianos, um grupo com sede no Canadá que atribui aos extraterrestres a origem de nossa civilização, que faça uma clonagem dele, segundo a sociedade Clonaid.

"O novo candidato é um homem muito rico, de 59 anos, solteiro e sem filhos. Ele sofre de uma doença incurável", explicou Nadine Gary, porta-voz da Clonaid, uma sociedade vinculada aos raelianos.

Dirigida pela química francesa, Brigitte Boisselier, 45, diretora científica da Clonaid, esta nova clonagem será realizada "em um novo laboratório, num local secreto", informou o movimento.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos