Alemão salva bebê-tapir com respiração boca-a-boca

Da Redação
Em São Paulo

Um funcionário do zoológico de Hanover salvou um tapir recém-nascido usando respiração boca-a-boca, informou nesta quarta-feira uma assessora de imprensa do local.

Dieter Schulte acompanhava o parto de Carmina, o primeiro tapir nascido no zoológico de Hanover. O animal estava atravessado no útero da mãe, Conchita, e respirou um líquido quando estava sendo tirado do ventre.

"Após limpá-la, ele segurou sua boca e aplicou uma respiração artificial", disse a assessora de imprensa Simone Hagenmeyer. Ela disse que todos os tratadores de animais são treinados para essa prática. "É preciso nervos de aço para isso."

Schulte sabia que a missão era difícil, porque Carmina tem pulmões frágeis, que poderiam ser danificados com um sopro muito forte. Mãe e filha agora passam bem.

Os tapires são mamíferos que vivem na Ásia e na América do Sul (a anta é um tipo de tapir). Quando adultos, podem atingir 350 quilos. Eles têm a pele grossa e peluda, cauda curta, corpo robusto e uma espécie de tromba.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos