Povoado quer matar gato só porque ele nasceu com três cabeças

Da Redação
Em São Paulo

Você nunca viu saci-pererê, mula-sem-cabeça e boitatá, certo? Tudo bem, já que eles não existem. Mas o que você faria se encontrasse um gato com três cabeças, duas bocas e dois olhos?

Certo, você pode perguntar: "mas como eu vou saber que um troço desses é um gato"? Bom, além de ele fazer miau, o resto de bichano bate perfeitamente com o amável felino tão familiar a nós.

Segunda pergunta: "e existe esse filhote de cruz-credo?". Sim. Ele nasceu em um povoado do interior do Peru - e não foi bem recebido. A maioria dos habitantes quer que o animal seja sacrificado por sua aparência, digamos, incomum.

O bizarro animal, de cores preto e branco, pertence a Lázaro Yatas, um agricultor do povoado de Cruz Roja. O nascimento do esquisitão chamou a atenção de vários incrédutos à propriedade de Yatas. Já outros preferiram ir à igreja do local para pedir que o animal não traga azar ao povoado.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos