Propriedade da Igreja vira bordel com prostitutas vestidas de freiras e irrita Vaticano

Da Redação
Em São Paulo

Frades franciscanos de Moscou alugaram um de seus apartamentos para uma pessoa, que assegurou que utilizaria o local para "propósitos de caridade". Era mentira. O lugar virou um bordel, com direito até a prostitutas vestidas de freiras. O Vaticano, é óbvio, não gostou.

Joaquin Navarro-Valls, porta-voz do papa João Paulo 2º, classificou o incidente de "uma operação desprezível designada para desonrar os (...) irmãos (...) e a Igreja Católica".

O comunicado do porta-voz dizia que o episódio e a exibição de imagens na TV russa com pessoas em trajes religiosos agindo imoralmente era parte de uma campanha "com o objetivo de destruir a reputação da comunidade católica".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos