Médico perde licença por excesso de grosseria

Da Redação
Em São Paulo

Um cirurgião britânico teve a licença médica cassada nesta terça por ser um tanto quanto estúpido ao falar com os doentes.

O Conselho Geral de Medicina (GMC) do Reino Unido afirmou que a conduta do médico Mohannad Al-Fallouji "foi descrita, com razão, como bizarra". O cara era um verdadeiro arsenal de grosserias e indelicadezas.

A um de seus pacientes, ele disse: "você tem câncer, eu tenho asma, todos nós vamos morrer algum dia". A uma mulher com suspeita de ter cálculos biliares, Al-Fallouji afirmou "que ela tinha um tumor maligno e que devia se sentir privilegiada por ter tempo de se preparar para a morte e realizar um último desejo".

O cirurgião, chamado de "terror ambulante em roupa branca" pela imprensa, fazia comentários perversos às colegas do sexo feminino e até as apalpava. Sim, apalpava.

"Levando em conta seu comportamento perante pacientes e colegas de trabalho, não há condições que levem o comitê a concluir que você possa exercer a profissão com segurança", comunicou o GMC ao médico.

Fonte: Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos