Mulher afirma que Spielberg controla sua mente com "microchip receptor de almas"

Da Redação
Em São Paulo

Quase todo mundo conhece Steven Spielberg, grande diretor (alguém aí disse gênio?) do cinema norte-americano. Mas há uma pessoa com uma peculiar opinião formada sobre ele: Diana Napolis. E é uma opinião, digamos, polêmica. Dona Diana afirma que Spielberg implantou um microchip em seu cérebro e o usa para controlar a sua mente.

Diana escreveu um panfleto, que distribuiu na estréia do filme "The Tuxedo" e na entrega do Grammy Latino, onde acusa Spielberg e sua mulher, a atriz Kate Capshaw, de pertenecerem a um culto satânico que lhe implantou um microchip no cérebro denominado "receptor de almas", com o qual a controlam. Segundo a mulher, o culto satânico opera a partir do sótão da casa de Spielberg.

Ela passou a perseguir o homem por trás de "E." e "Os Caçadores da Arca Perdida" a tal ponto que Spielberg teve de tomar uma atitude. E ele conseguiu uma ordem judicial de proteção contra Diana, emitida pelo Tribunal Superior de Los Angeles (Califórnia). A equipe de segurança de Spielberg teme que a mulher sofra de algum problema mental e represente "um sério risco de confrontação violenta".

"Para afirmar o óbvio, não estou envolvido em qualquer forma de manipulação da mente ou corpo da senhora Napolis, mediante controle remoto ou qualquer outra tecnologia", disse Spielberg.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos