Bandido católico ouve discurso do Papa e se entrega à polícia

Um mafioso fugitivo se entregou à polícia nesta quinta-feira, comovido pelo discurso sobre valores cristãos que o papa João Paulo 2º fez ao Parlamento italiano, e que foi transmitido ao vivo para todo o país, disse o advogado do criminoso.

O devoto malandro, Benedetto Marciante, foi sentenciado a 30 anos de prisão por assassinato e a sete anos por associação com a máfia italiana.

"As palavras do papa o comoveram tanto que ele imediatamente se entregou", disse o advogado do suposto mafioso, que o definiu como um homem simples e sensível aos valores cristãos. Isso não quer dizer, no entanto, que Marciante confessou-se culpado dos crimes que lhe são imputados: "Ele apenas sentiu de repente a necessidade de fazer o que a lei esperava que ele fizesse", acrescentou.

Marciante, de 50 anos, nasceu na Sicília, onde ele foi culpado de homicídio e de conexões com a máfia.

As informações são da Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos