Sequestradores matam mulher e jogam seu corpo aos leões

Dois sul-africanos mataram a filha de uma devedora, desmembraram o corpo da vítima, e depois atiraram os pedaços em um parque de leões, ao norte de Johanesburgo.

Eles foram condenados à prisão perpétua. Os assassinos partiram o corpo da vítima e cozinharam a carne, e espalharam tudo no chão para saciar a fome dos felinos.

Wang Jin e Hong Zhu sequestraram Wen Si, cuja mãe devia a eles, e pediram por um resgate de 21.100 dólares para devolvê-la. Eles receberam menos da metade do que pediram, mas mesmo assim mataram Wen, de 23 anos.

"O método do assassinato foi muito assustador para ser descrito", disse o juiz Phillip Boruchowitz, que condenou os dois à prisão perpétua. Ele disse que recomendará ao comitê de condicional que seja cauteloso em considerar uma possível diminuição da pena, acrescentou o jornal.


As informações são da Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos