Italiano é encontrado morto dentro da parede de casa 44 anos após "viagem aos EUA"

Um italiano que fez as malas há 44 anos e disse a seus amigos que estava partindo para a América foi encontrado morto dentro de uma das paredes de sua casa na última terça-feira.

Uma norte-americana que comprou recentemente a casa perto de Luca, no norte da Toscana, descobriu o corpo quando fazia reformas na residência, disse a polícia.

O misterioso caso é, na verdade, um engenhoso plano de suicídio.

Dentro de uma parede fina no porão a mulher encontrou restos mortais humanos, duas malas feitas, uma espátula de pedreiro e outro equipamento para erguer o muro, um rifle corroído pela ferrugem e uma garrafa com uma nota de suicídio.

O bilhete, escrito em um papel com o nome de Nemo Cianelli no cabeçalho, explicava que o homem havia descoberto que tinha uma doença incurável e tinha decidido se matar. Ele disse que havia inventado a história de ir para a América para evitar aborrecer sua família.

Jornais locais disseram em 1958 que Cianelli estava desaparecido, e especulavam que ele podia ter ido para a América, mas após um período de rumores e mistério, a história foi esquecida.

A polícia disse que aparentemente Cianelli havia empacotado suas malas, escrito o bilhete de suicídio, erguido uma parede ao seu redor e, então, atirado em si mesmo.



As informações são da Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos