Justiça manda bordel devolver 9.000 euros a cliente "amnésico"

Da Redação
Em São Paulo

Um alemão foi a um bordel. Até aí, OK. Mas eis que chega a fatura do cartão de crédito: 9.000 euros. 9.000 euros!!! Mais de R$ 31.000!!!

O que o alemão fez, depois de se recuperar do susto? Acionou a Justiça. Afinal, ele estava de porre e não se lembrava de nada daquela noite. (Aliás, a julgar pelo valor, dá até para arriscar que ele bancou a felicidade de todos os presentes...)

E saiu o veredicto. O tribunal ordenou ao bordel que reembolsasse o rapaz, uma vez que o estabelecimento não conseguiu fornecer um recibo com a "descrição detalhada dos serviços prestados".

"O bordel não conseguiu fornecer documentação concreta dos preços e serviços fornecidos", disse a porta-voz do tribunal. "Eles deveriam ter, por exemplo, listado duas sessões de relações sexuais por 600 euros, sexo oral por 300 euros ou sexo anal por 400 euros."

O homem disse no tribunal que ele estava muito bêbado para lembrar quais serviços sexuais ele pode ter pedido no bordel em Kaarst. O bordel testemunhou que ele teria pedido pelo "programa completo".

Fonte: Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos