Pastor é suspenso após dizer que não crê em Deus

Da Redação
Em São Paulo

Um pastor luterano, dinamarquês e linguarudo foi provisoriamente suspenso de suas funções após reconhecer que não crê em Deus.

Thorkild Grosboell, 55, que foi ordenado pastor há 25 anos, revelou sua opinião na semana passada ao jornal "Weekendavisen". Referindo-se à "fé infantil dos cristãos", o pastor afirmou que não crê em Deus, na ressurreição ou na vida eterna.

Após ler o jornal, o bispo de Helsingoer, Lise-Lotte Rebel, considerou "totalmente inaceitáveis" os comentários do pastor e o suspendeu.

Além de não acreditar em Deus, na ressurreição ou na vida eterna, Grosboell agora deve estar em dúvida também sobre "liberdade de expressão".

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos