Traje típico leva governo da Bolívia a pedir cancelamento da participação peruana no Miss Universo

Do UOL Tabloide
Em São Paulo

A Bolívia apresentou à organização do concurso Miss Universo 2009 um pedido formal de cancelamento da participação da representante peruana, pelo uso de um traje típico que, segundo o governo do país, é boliviano, informou hoje (dia 14) uma fonte oficial.

O Ministério de Cultura assinalou, em comunicado, que o pedido foi enviado nesta quinta-feira para impedir a apresentação da Miss Peru, Karen Schwartz, na categoria de traje típico.

Schwarz desfilou este ano com um colorido traje (foto ao lado) usado na Diablada, uma dança folclórica típica da região andina de Oruro, no oeste da Bolívia.

As autoridades peruanas afirmam que a Diablada era dançada no sul do país dois séculos antes que na Bolívia e que é uma representação típica do folclore de todo o planalto, região que se estende por vários países da região.

O ministério boliviano lembrou que a Diablada é um dos símbolos do Carnaval de Oruro, que em 2001 foi declarado pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) como Obra Prima e Patrimônio Oral e Intangível da Humanidade.

Por este motivo, o governo de Evo Morales e a Prefeitura de Oruro iniciarão, na segunda-feira, uma campanha para "reivindicar" a Diablada como patrimônio cultural boliviano.

A escolha e coroação da nova Miss Universo será realizada nas Bahamas, no dia 23 de agosto.

Fonte: Efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos