Canadense inocente passa 31 anos na cadeia

Da Redação Em São Paulo

Passar uma noite na cadeia por conta de um erro qualquer da polícia já deve ser uma experiência de doer. Dependendo dos amigos na cela então, a coisa pode ser literalmente inesquecível. Mas o que dizer do caso do canadense Romeo Phillion, que passou nada menos de 31 anos preso por engano?

Preso desde 1972 por assassinato, Phillion foi libertado nesta segunda-feira. Ele foi condenado pela morte de um bombeiro de Ottawa em 1967. Ao ser detido, confessou o crime, mas depois se arrependeu e alegou inocência durante os 31 anos de cárcere.

O editor do UOL Tablóide, que sempre alegou inocência, espera nunca passar sequer uma noite na cadeia.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos