Americano pode pegar cadeia por enviar tarântula para namorada

Da Redação Em São Paulo

Um americano, provavelmente muito enfezado com a namorada (ou seria "ex), foi indiciado por ter mandado pelo correio uma tarântula viva à namorada. O doido chama-se John Galarza, de 37 anos. Agora, ele terá de responder pelo envio de material proibido, além de ter ficado caracterizada a intenção de matar ou ferir a pobre moça.

Se for aplicada a pena máxima, Galarza pode pegar até 20 anos e terá de morrer em US$ 250 mil em multa.

A picada da tarântula causa febre, delírio e, segundo a crença popular, singulares sintomas que levariam o doente a cantar e dançar.

O editor do UOL Tablóide, que também já teve raiva de ex-namoradas, prefere enviar cabeças mumificadas.

Fonte: Folha Online

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos