Mexicano se arrepende de crime e viaja 546 km para confessar

Da Redação Em São Paulo

A dor na consciência pode levar um homem ao limite. Veja o caso do mexicano Alfonso Estrada. Ele matou a mulher e a sogra e fugiu de Jalisco (oeste mexicano), para Cidade do México. Porém, sem conseguir dormir direito (entende-se), ele resolveu pegar um táxi e viajar nada menos de 546 quilômetros para confessar seu crime.

"O assassino não suportou o remorso. Chegou na delegacia, pediu para falar com um policial e confessou ter matado sua mulher de 30 anos e sua sogra de 56 a golpes, porque elas o agrediram verbalmente", disse Lino González, porta-voz da Procuradoria de Justiça.

O mexicano disse que as duas mulheres o hostilizaram durante anos e o acusavam de não levar dinheiro suficiente para manter a casa, segundo o porta-voz.

O editor do UOL Tablóide, que nunca matou a sogra, acha que de matar mesmo deve ter sido a conta do táxi.

Fonte: Folha Online

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos