Sexo antes do casamento e feitiçaria podem virar crime na Indonésia

Da Redação
Em São Paulo

Dario de Souza/Folha Imagem
Solteiros? Não...
AFP
...não...
AFP
...e não! (pelo menos, não lá na Indonésia)
O que sexo antes do casamento, feitiçaria e homossexualismo têm em comum?

A Indonésia, o país muçulmano mais populoso do mundo, está revendo suas leis. E a nova legislação tende a ser mais conservadora em certos assuntos.

Novos projetos de lei podem transformar o trio citado no primeiro parágrafo (sexo antes do casamento, feitiçaria e homossexualismo) em crimes no país.

Pelas regras propostas, são necessários alguns critérios para que um ato seja considerado crime. "Se a sociedade escolher não fazer nada e não tiver nenhuma objeção a uma coabitação, por exemplo, então não é crime", disse Abdullah à agência de notícias Reuters.

A idéia, acrescentou ele, é de que as pessoas tenham de fazer uma reclamação formal para que as autoridades tomem uma providência em relação a um caso.

Os detalhes sobre as punições propostas não foram divulgados.

Os indonésios seguem há muito tempo uma interpretação moderada do Islã. Nos últimos anos, porém, houve uma retomada dos rituais e tradições muçulmanos.

A crença na feitiçaria e o misticismo ainda são disseminados, especialmente na ilha de Java. Os indonésios também são em geral liberais com relação ao homossexualismo.

Abdullah afirmou que as mudanças integram os esforços para atualizar os trechos do código penal ainda baseados nas leis da Holanda, que colonizou a Indonésia. O editor do UOL Tablóide acha que leis são como cachorros-quentes: é melhor não saber como são feitos.

Fonte: Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos