Jovem de 22 anos que matou amigo para torná-lo imortal pega prisão perpétua

Da Redação
Em São Paulo

O Supremo Tribunal de Edimburgo (Escócia) condenou à prisão perpétua o jovem de 22 anos que matou um amigo para "torná-lo imortal".

Allan Menzies tinha admitido em uma audiência prévia que coleciona um vasto material sobre vampiros e que, inclusive, se maquiava e vestia como eles.

O rapaz apunhalou seu amigo Thomas McKendrick, de 21 anos, depois de uma discussão sobre vampiros e depois o enterrou em uma floresta perto do povoado de Fauldhouse. No julgamento, o rapaz assegurou que McKendrick tinha se tornado "um vampiro imortal".

Menzies se declarou culpado pelo homicídio, com o atenuante de "não ter sido responsável por seus atos". A alegação não foi aceita pelo juiz.

Fonte: Efe

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos