Chileno é condenado a jantar romântico com sua mulher

Da Redação

O crime: violência familiar.

A sentença: jantar com a mulher e ser romântico com ela o tempo todo.

O inusitado veredito aconteceu na cidade de Arica, no norte do Chile. O operário Armando Leiva González, 30, foi condenado por ter agredido sua mulher enquanto estava embriagado. A mulher, de 29 anos, sofreu uma contusão ocular e lesões na coxa direita e no couro cabeludo.

Durante o julgamento oral a que foi submetido no último dia 18, Leiva González pediu desculpas públicas a sua mulher, e de joelhos, prometeu não voltar a beber nem a agredi-la. De quebra, convidou-a para jantar. A juíza do caso, Carolina Araya, gostou da idéia e decidiu "condená-lo" a sair com a mulher.

González não poderá beber uma gota de álcool durante a refeição, que contará com um terceiro participante: um cpolicial que vigiará o comportamento do marido.

Fonte: EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos