Conselho da imprensa turca: uma jornalista não deve mostrar sua calcinha

Da Redação

É de responsabilidade da mulher evitar que as pessoas vejam a sua calcinha. A recomendação foi anunciada pelo Conselho da Imprensa da Turquia depois que uma jornalista protestou contra a publicação de uma foto na qual se via sua roupa íntima.

Burcu Goksuzoglu, repórter do canal de televisão SkyTur, expôs as vergonhas ao se ajoelhar durante uma entrevista. Qual não foi a surpresa dela (não só dela, imagino) ao abrir o jornal no dia seguinte e ver estampada a estampa de sua tanga. Para piorar, a foto apareceu no Hurriyet, justamente o periódico de maior tiragem da imprensa turca.

Goksuzoglu apresentou uma queixa ao Conselho de Imprensa, mas teve seu pedido negado. A justificativa? "Ao realizar seu trabalho, uma jornalista deve evitar recorrer a métodos ou atos que possam afetar a respeitabilidade de sua função". Vai entender.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos