Playboy pode circular sem plástico opaco em volta

Da Redação

A revista Playboy não precisa circular com um plástico opaco em volta. A decisão foi tomada nesta segunda-feira pela 3ª Câmara do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. Ainda cabe recurso.

A ação foi proposta pelo Ministério Público com a intenção foi impedir a livre exposição da revista ao público menor de idade.

O editor do UOL Tablóide não desgosta de plásticos opacos, mas gostaria que eles não ocultassem certas publicações de elevado teor cultural.

Fonte: Consultor Jurídico

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos