Museu londrino quer fezes de visitantes para economizar energia

Da Redação

O que a conta de luz tem a ver com... Hã... Fezes (urgh!) ?

O Museu da Ciência de Londres pretende usar as fezes (urgh!) de seus visitantes para obter energia e, assim, reduzir o valor da conta de luz. A instituição londrina espera que, com a ajuda dos quase 3 milhões de visitantes que recebe por ano, seus depósitos tenham a capacidade para produzir 1.530 quilowatts de energia por hora - suficiente para acender 15.000 lâmpadas elétricas por ano.

"Como a entrada é grátis, essa seria uma ótima maneira dos visitantes darem algo de volta ao museu", disse o diretor, John Tucke.

A idéia é utilizar as bactérias dos excrementos (urgh!) para produzir recursos energéticos, pois, ao privar a bactéria de oxigênio, os elétrons liberados no processo poderão estabelecer uma voltagem entre os eletrodos ligados ao gerador. Entendeu?

Neste momento, o erudito e humilde editor do UOL Tablóide cita a lei de Lavoisier: "Na natureza, nada se cria, nada se perde, tudo se transforma."

Se você quer continuar os ensinamentos de Lavoisier para postar sua opiniões recicladas, seus cometários retrabalhados e idéias derivativas, aproveite as oportunidades que o erudito, culto e cada vez mais humilde Editor do UOL Tablóide dá a você, sujeito inquieto: blog ou fotoblog.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos