Camponês hondurenho responde com mordidas a ataque de serpente

Editor interino do UOL Tablóide
Em São Paulo

Amigo leitor do UOL Tablóide. Você já leu neste humilde (porém limpinho) site muitas notícias inusitadas, bizarras, surpreendentes. Mas poucas merecem tanto o adjetivo "incrível" como esta.

O absurdo aconteceu norte de Honduras. José Tomás Torres Sánchez, 31, seguia para o seu trabalho na lavoura como fazia todas as manhãs. Distraído, pisou em uma serpente venenosa conhecida como "barba amarela". O que você acha que Sanchéz fez? Partiu em busca de auxílio médico? Não. Sacou seu facão e matou o perigoso animal? Tampouco. Mordeu a cobra? Exatamente! O destemido camponês hondurenho deu várias dentadas na serpente que o havia picado.

Segundo uma crença popular no campo hondurenho, quando uma pessoa é atacada por uma serpente venenosa deve morder o animal para evitar a expansão do veneno pelo corpo da vítima. (Quer saber se isso funciona, querido leitor? Não, isso não funciona.)

Depois do incidente, o jovem camponês foi levado imediatamente por seus parentes a um hospital onde, segundo fontes médicas, recupera-se satisfatoriamente.

Fonte: EFE

Comente esta e outras barbaridades no Blog do UOL Tablóide

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos