Ser solteiro pode encurtar a vida tanto quanto fumar. Será?

Da Redação

Ser solteiro ou solteira aos 30 anos pode encurtar a vida tanto quanto fumar, afirma um estudo publicado neste domingo no Reino Unido. A pesquisa, liderada pelo professor Andrew Oswald, da Universidade de Warwick, no centro da Inglaterra, indica que os solteiros tendem a ter um estilo de vida pouco saudável, que acaba por encurtar a vida.

"O casamento mantém a pessoa viva e o efeito é consideravelmente grande", disse o professor Oswald ao jornal "The Independent on Sunday", ao destacar que os riscos de ser um solteiro podem ser "similares aos de ser um fumante".

O estudo se baseou no acompanhamento de aproximadamente 10.000 adultos de mais de 40 anos durante a última década de suas vidas no Reino Unido.

Dessas pessoas, 600 morreram durante o período da pesquisa. A partir daí, a equipe dirigida por Oswall comparou os diferentes índices de mortalidade dos homens e mulheres que eram casados, solteiros, divorciados ou viúvos.

Os especialistas descobriram que os homens que nunca tinham se casado, os separados e os divorciados no começo do pesquisa tinham 10% mais chances de morrer nos oito anos seguintes. Sobre as mulheres solteiras, separadas ou divorciadas, os pesquisadores chegaram à conclusão que elas tinham 4,8% mais chances de morrer que as casadas, contra os 5% atribuídos normalmente aos fumantes.

Solteiro convicto, o editor do UOL Tablóide costuma acreditar em pesquisas, mas não em todas.

Comente no blog e no fotoblog do Editor do UOL Tablóide!

Fonte: EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos