Masturbação de horas em igreja vira tese de doutorado premiada

Da Redação

O editor do UOL Tablóide, entusiasta que sempre foi de teses, estudos profundos, pós-doutoramentos e afins, sente-se no dever de divulgar esta notícia.

A colombiana Edda Manga ganhou o Prêmio Clio de pesquisa histórica por sua tese de doutorado sobre um caso de masturbação feminina em Havana no século 18.

O prêmio é concedido anualmente a jovens historiadores desde 1994 pelo jornal conservador independente "Svenska Dagbladet" e pelo Clube do Livro Histórico Clio.

A tese premiada, intitulada "Aparições divinas e copulações endiabradas", investiga o caso protagonizado por uma mulher, Cecilia Rodríguez, que se masturbava durante horas enquanto se confessava na igreja.

Segundo a tese, a mulher não só se masturbava durante a confissão como conseguiu convencer os sacerdotes de que aquilo era um ato sagrado.

Sempre questionador, o editor do UOL Tablóide pergunta: ela tinha tantos pecados assim para passar horas se confessando ou ia improvisando no decorrer da confidência?

Fonte: EFE

Você conhece o blog e o fotoblog do editor do UOL Tablóide?

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos