Pablo fingiu seqüestro para trair. Foi processado por mentira

Da Redação

Esta é a história de Pablo Ligato, um manézão metido a malandro.

Na semana passada, Pablo comunicou à polícia ter sido seqüestrado, mas as autoridades não acreditaram em sua história. O empresário, casado e pai de dois filhos, acabou confessando a mentira.

A verdade é que el Pablito inventou o seqüestro para poder esconder uma "aventura amorosa" (cá entre nós: traição) com uma bela jovem. E o que é pior: ele é tão mané que a moçoila em questão acabou roubando seu dinheiro.

O empresário convocou a imprensa local para explicar sua versão dos fatos, disse estar muito envergonhado e pediu perdão publicamente à esposa e aos filhos. Desculpas públicas à parte, el Pablito poderá pegar de um mês a quatro anos de prisão por falso testemunho.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos