Policial rouba banco e volta para "resolver" o caso

Da Redação

Num livro, OK. Num filme, pode ficar engraçado. Agora, na vida real...

Um policial sueco confessou que roubou um banco e depois investigou o crime, dizendo a repórteres na época que a polícia não tinha pistas.
Na segunda-feira, uma corte na cidade de Bollnas acusou oficialmente o policial de 36 anos pelo assalto no dia 17 de dezembro, segundo documentos da corte, que diz ainda que ele assumiu a culpa.

A quantidade de dinheiro roubada não foi divulgada. Uma hora depois do crime, o policial voltou ao banco como investigador da polícia que cuidaria do caso.

Rico e feliz, o policial começou a gastar mais do que ganhava: erro. Seus colegas passaram a suspeitar quando ele comprou um carro novo em meados de janeiro, pagando 219 mil coroas suecas (cerca de US$ 31.400) em dinheiro usando notas do roubo.

O Editor do UOL Tablóide é cara-de-pau, mas esse policial é imbatível.

Fonte: Reuters

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos