Coisas da vida moderna: homem preso em engarrafamento ouve sentença pelo celular

Da Redação

Vida moderna é outra coisa. Uma juíza britânica ditou a sentença de um homem que não chegou a tempo a sua audiência pelo celular, uma vez que ele ficou preso em um engarrafamento. E o que é pior: ele foi condenado. A informação foi divulgada nesta sexta-feira pela imprensa britânica.

Aftab Ahmed, de 41 anos, ligou do carro para seu advogado para dizer que chegaria atrasado ao tribunal. A juíza decidiu seguir com o caso porque sua apertada agenda não lhe permitia esperar.

Após dar o veredicto, a juíza perguntou se queria dizer algo. O acusado respondeu que tinha "uma pequena queixa pelos custos" derivados de sua fatura telefônica.

Um porta-voz do tribunal disse que é "a primeira vez que um réu escuta sua sentença por telefone celular". Ahmed era acusado de participar da quebra de sua empresa e foi condenado a 140 horas de trabalho social e a uma multa de 1.100 euros.

No Reino Unido, como no Brasil, é proibido dirigir falando no celular. Ahmed só escutou a decisão após assegurar que não estava dirigindo enquanto falava com a corte. Senão ele estaria infringindo a lei, poderia ser processado, pegaria trânsito a caminho do julgamento e começaria tudo de novo...

Fonte: EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos