Condenada à morte pela Suprema Corte, gata está foragida

Vejam que história mais incrível: era uma vez, uma linda gatinha chilena de nome Luz. Ela foi condenada à morte. Isso mesmo, caro leitor, à morte. E não foi uma condenação qualquer. Foi uma decisão da Suprema Corte do Chile, o equivalente aqui no Brasil ao Supremo Tribunal Federal, a mais alta instância da Justiça.

AFP 
A lindinha e foragida Luz
O motivo: um dia, a bichana (ela é a gracinha da foto ao lado), esfaimada, mordeu um morcego. Supostamente, ela foi contaminada pelo vírus da raiva. Temerosas de que Luz espalhasse a doença pela cidade de Valparaíso, as autoridades sanitárias do município determinaram que fosse sacrificada. Os donos se negaram e o caso judicial chegou à Suprema Corte.

E a gata? Desde que a sentença final foi concedida, Luz está foragida. A foto que o editor do UOL Tablóide selecionou é de arquivo, do dia 27 de abril, antes da sentença.

E você, internauta, o que acha deste polêmico caso de repercussão internacional... o destino da gatinha Luz?

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos