Assanhadas congestionam telefone dos bombeiros de Cartagena

Da Redação

O editor do UOL Tablóide pensa em mudar de profissão e de país depois de ter lido que bombeiros da cidade colombiana de Cartagena, na costa do Caribe, estão sendo assediados por mulheres que não param de ligar para dizer sacanagem.

Divulgação/Corpo de Bombeiros 
Será que os colombianos são mais bonitos do que os nossos? Acima, foto do polêmico capitão do Corpo de Bombeiros José Albucacys de Castro Júnior, para calendário promovido pela corporação
Segundo a denúncia, mulheres com vozes sensuais ligam centenas de vezes por dia para o quartel de Cartagena com o intuito de seduzir os bombeiros com mensagens picantes. "Venham me apagar porque estou em chamas", é uma das freqüentes pérolas.

"É absurdo que a central telefônica do quartel fique congestionada por este motivo. Não imagino o que pode acontecer se alguém ligar devido a uma emergência e a linha estiver ocupada", disse à AFP o bombeiro Aisar Fuentes.

A situação esquentou no domingo passado, quando das 700 chamadas telefônicas recebidas pelo posto, apenas 5 foram verdadeiras emergências e as demais, propotas indecentes de desconhecidas assanhadas.

Para tentar brecar a onda de assédio sexual, o comando anunciou a instalação de um identificador de chamadas no quartel.

Enquanto escrevia esta nota, o editor do UOL Tablóide refletiu e chegou à conclusão de que, em pouco tempo, sua feiúra seria descoberta e os telefonemas cessariam no quartel de Cartagena. Os bombeiros até ficariam felizes, mas o editor do UOL Tablóide, infelizmente, não está em situação pecuniária para tanta filantropia.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos