Estudantes defecam, urinam e vomitam durante protesto contra reitor da Unesp

Que mostrar os peitos, que nada. Em tempos politicamente corretos, o que não falta é manifestação contra os transgênicos, a favor das baleias, contra os políticos, a favor dos pandas vermelhos da Malásia. Por isso, ativista político que se preze tem que inovar na hora de chamar a atenção para a sua causa. Foi o que fez um grupo de estudantes da Unesp (Universidade Estadual Paulista) de Franca, no interior paulista, em protesto diante do reitor Marcos Macari.

O leitor bem sabe que escatologia não está entre os assuntos preferidos do Editor do UOL Tablóide. Até o dicionário foi consultado, na busca de palavras menos, digamos, diretas. Mas não houve jeito. Eis a verdade nua, crua e fedida: os estudantes defecaram, urinaram e vomitaram no salão outrora nobre da universidade, na frente do reitor.

O grupo era formado por sete estudantes do curso de História. No meio de uma reunião em que Macari discursava sobre os projetos para a cidade, os universitários interromperam e, antes de executar o ato mal-cheiroso, bradaram: "Caríssimo reitor: vamos mostrar toda a realidade do campus". Então, a merda foi feita. Deve ser por isso que dizem que uma imagem vale mais que mil palavras.

Os estudantes alegaram que o protesto foi uma "intervenção artística", planejada durante dois meses. O reitor parece não ter achado muita graça na lambança toda e pode expulsar os porquinhos da Unesp. Apesar do grau universitário dos protestantes, o Editor do UOL Tablóide nunca teve notícia de protesto mais sem-educação.

Fonte: Folha Online

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos