Museu dedicado aos vampiros atrai turistas na França

"Agora os vampiros estão por todas as partes e são mais perigosos do que antes. Decidi colocar alguns exemplares num museu para compará-los com os de antes e ajudar as pessoas a se proteger", explica, em tom sério, Jacques Sirgent, dono do primeiro museu dedicado a vampiros da França, em Les Lilas, subúrbio de Paris.

O cenário é digno de filmes de Conde Drácula: para chegar ao local, é preciso passar por uma passagem sinistra num bairro de casas individuais, uma porta metálica pintada de vermelho e um pátio estreito. Na entrada, um manequim de plástico carrega duas garrafas de sangue unidas por um tubo à boca recepciona os visitantes. Ao fundo, jaz o caixão da condessa Bathory (nobre húngara célebre por seus sacrifícios humanos e seu vampirismo) enterrada viva (mas agora, acredita o Editor do UOL Tablóide, já deve estar morta).

As peças bizarras do acervo vieram da coleção particular de Jacques Sirgent. O museu está instalado numa grande sala da casa familiar coberta por dezenas de livros estranhos, quase 400 filmes (alguns em edições pirateadas) e objetos que vão de uma mão coberta de jóias e com uma rosa, uma prótese dental, martelos, uma cruz, um crânio fictício. Morcegos, espelhos e lobisomens ajudam a "animar" o ambiente.

Conde Sirgent, quer dizer, Jacques Sirgent acredita que na sabedoria da cultura vampírica. "Estudos científicos provam que se alguém beber sangue humano viverá trinta anos mais que a média", relata, enquanto saca de sua biblioteca o livro: "A Ciência dos Vampiros". "Você sabia que em outros tempos os ricos compravam sangue dos pobres para se fortalecer? E que atualmente (o sangue) é dado a crianças na América do Sul?", perguntou. "Além disso, minha avó me levava ao matadouro de La Villete para beber sangue diretamente de um balde", acrescentou.

O Editor do UOL Tablóide não sabe se teria sangue frio para visitar o museu. Mas aconselha os futuros visitantes a usarem grossos cachecóis, mesmo se estiver calor.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos