Atropelado por trem na Argentina pode ser punido por "imprudência"

da Redação

Um homem que foi atropelado por um trem em Chacarita, bairro de Buenos Aires, além de ter ficado todo machucado, ainda pode ser sentenciado por imprudência.

O argentino azarado é Adrián Javier Tabak. O acidente ocorreu em novembro de 2004. Ele teve o seu carro arrastado pelo trem por vários metros e ainda sofreu traumatismos múltiplos.

Um tribunal superior argentino considerou que o comportamento de Tabak caiu na lei que pune os acidentes provocados "por imprudência, negligência ou imperícia".

O advogado do azarado disse que seu cliente atravessou o cruzamento com a linha férrea à noite e sob chuva, num momento de visibilidade reduzida, e em baixa velocidade.

É por essas e outras que o Editor do UOL Tablóide nunca anda na linha.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos