Maridos proclamam Dia das Mulheres. E é hoje

Da Redação

Tá com o casamento meio assim-assim? Mais pra lá do que pra cá? Com um pé na calçada e o outro na casca de banana? Se não está, sorte sua. Porque o número de divórcios tem crescido, especialmente no Japão - um em cada três casamentos acabou em divórcio em 2004, geralmente solicitado por mulheres com mais de 50 anos esgotadas com a indiferença dos maridos reduzidos a "vegetais" do trabalho.

Por essa e por outras os maridos japoneses resolveram tomar uma atitude. E tomaram: proclamaram, pela Internet, o dia 31 de janeiro como o Dia das Mulheres, com o audacioso desafio de "voltar para casa antes das 20h para agradecer as mulheres", com um manifesto de autocrítica por todos os aborrecimentos causados pelo excesso de trabalho.

A Associação Nihon Aisaika Kyokai (maridos apaixonados pelas esposas) tomou esta iniciativa há cerca de um mês e recolheu até agora 127 adesões. No site www.aisaika.org pode-se ler o manifesto a favor das mulheres.

Entre as "regras de ouro" mais importantes recomendadas aos maridos estão "voltar para casa cedo, chamar a mulher pelo nome, olhar a mulher nos olhos enquanto está conversando com ela".

O Editor do UOL Tablóide, levemente xavequeiro, acha que todo dia é dia da mulher, da namorada, da amiga, da vizinha...

As informações são da agência de notícias Ansa.

ps - Comente esta e outras história envolvendo maridos, mulheres e medidas ousadas para salvar casamentos, namoros e afins no UOL Tablog, o blog do Editor do UOL Tablóide

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos