Pit bull suspeito de envolvimento com tráfico pode ser adotado no Recife

da Redação

A história do pit bull que foi preso na quarta-feira em Recife sob suspeita de tomar conta de uma boca-de-fumo pode ter um final feliz.

Tião, 4 meses, pode ser adotado. A Delegacia de Repressão ao Narcotráfico não pára de receber ligações de humanos interessados em dar um lar e em regenerar o cachorrinho, que estava sendo treinado pelos traficantes para atuar como cão-de-guarda.

Mas a coisa não é tão simples assim: a adoção depende de uma decisão judicial. Por enquanto, Tião vai ficar no xadrez, digo, no canil da delegacia. Também não está descartada a hipótese de Tião ser treinado e ganhar um empreguinho de cão farejador da polícia.

O Editor do UOL Tablóide acha que todo mundo merece uma segunda chance.

Fonte: JC OnLine

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos