Sogra e três mulheres interrompem, no altar, quarto casamento de polígamo

Da Redação

Uns têm tão pouco. Outros têm tanto, e ainda querem mais.

Um polígamo cambojano foi atacado por quatro pessoas no altar quando estava se casando pela quarta vez. O ataque foi empreendido por ninguém menos do que três mulheres com as quais já era casado e sua sogra. Aliás, uma de suas sogras.

Segundo a polícia de Phnom Srouch (Camboja), o ataque foi liderado por Ouk Poly, de 35 anos, que afirmou ser a primeira mulher de Tang Pearon, de 36 anos. A polícia não confirmou se as três atacantes principais eram, de fato, mulheres de Pearon.

Poly gritava para que o casamento fosse interrompido porque o noivo ainda não havia se divorciado dela. Mais: ela destruía a decoração tradicional do casamento e jogava os restos nos convidados. Suas três "companheiras-em-fúria" ajudavam Poly a botar o casamento abaixo.

A noiva cancelou o casamento após a confusão. O sempre compreensivo Editor do UOL Tablóide entende as razões da moça para tomar tal decisão.

Fonte: EFE

ps - Comente esta notícia no UOL Tablog, o blog do Editor do UOL Tablóide.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos