Exército chinês proíbe o recrutamento de pessoas que roncam

Da Redação

O exército chinês anunciou nesta segunda-feira (24) novas regras para os recrutamentos futuros. Tatuagens? Nem pensar. Dependência de drogas? Jamais! Até exames de urina serão aplicados para identificar potenciais dependentes químicos. Mas a decisão mais ruidosa da junta militar chinesa foi a proibição de pessoas que roncam.

É isso mesmo. Se roncar, não pode servir o exército.

"Foram adotados novos critérios, já que o ruído emitido nos roncos perturba a vida coletiva", afirma o jornal Beijing Morning Post.

A reportagem do jornal chinês não informou como as autoridades pretendem saber se os recrutas roncam ou não.

O Editor do UOL Tablóide não ronca. Pelo menos, nunca ouviu o próprio ronco.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos