Cadáver de diplomata é achado em barril de rum jamaicano na Hungria

da Redação

O cadáver de um ex-diplomata teria sido encontrado dentro de um barril de rum jamaicano numa cidadezinha da Hungria, segundo um jornal daquele país.

Ele teria morrido há 20 anos na Jamaica, onde trabalhava, e sido jogado no barril por sua viúva. Ela deve ter pensado que providenciar o enterro seria um porre e optou pela saída mais fácil.

O cadáver foi achado durante a restauração da casa da viúva. Operários abriram o barril para dar uma talagada na happy hour e tiveram a desagradável surpresa.

O ministério húngaro de Relações Exteriores disse nesta quarta que a história do jornal é muito estranha, pois, se tivesse mesmo batido com as botas no exterior, o diplomata teria sido repatriado e enterrado às custas do próprio ministério.

A minha tia Izildinha (que é do tempo do rum creosotado) acha que o repórter que escreveu isso estava inebriado. Ela sempre acreditou que os diplomatas preferem uísque, o cachorro engarrafado.

Fonte: AFP

ps - E aí? Comente esta nota no UOL Tablog, o blog do Editor do UOL Tablóide!

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos