Professor aprova alunos em troca de US$ 1 nos EUA

Da Redação

Esqueça aquela camiseta suada e a respiração ofegante. Já existe um meio de ser aprovado em educação física sem fazer esforço algum. Não caro internauta, não se trata de nenhum produto revolucionário que você compra por telefone, mas, sim, de você ter a sorte de encontrar um professor como Terence Braxton.

O cidadão, que "ensinava" ginástica na escola Ernest Ward de Pensacola, na Flórida, admitiu ter aprovado todos os alunos que assim desejassem em troca de US$ 1 (cerca de R$ 2,20) por cada aula matada. É isso mesmo, além de não trabalhar, o safado ainda cobrava dos preguiçosos. É verdade que o valor é ridículo, mas cobrava.

Em sua defesa, Braxton ainda justificou tal fato alegando falta de experiência. "Eu admito: errei. Mas era meu primeiro trabalho", confessou. Primeiro trabalho? Isso é desculpa para tirar dinheiro de crianças preguiçosas?

Bom, como a desculpa esfarrapada não colou, o juiz responsável pelo caso suspendeu a licença do "professor" e o condenou a 300 horas de serviço comunitário. Para piorar, Braxton ainda terá de devolver aos alunos o dinheiro arrecado por seus "impostos".

O Editor do UOL Tablóide é contra subornar professores de educação física. Agora, de matemática, português, biologia, física e química já é outra história.

Fonte: Ansa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos