Grupo de arqueólogos encontra suposta casa de Robin Hood

Da Ansa

Atenção, fãs de aventuras de capa e espada. Atenção, fãs de Errol Flynn. Atenção, fãs do sempre simpático João Pequeno, não importa o filme (ou livro). Sherwood jamais será a mesma depois desta notícia.

Uma equipe de arqueólogos britânicos encontrou o que seriam as ruínas da casa de Robin Hood, nas proximidades do condado de South Yorkshire. A descoberta anula a suposição de que o lendário herói medieval teria vivido nos bosques de Sherwood, no norte da Inglaterra.

Segundo o tablóide inglês "Daily Mirror", os especialistas encontraram as ruínas de pedra a 52 milhas de South Yorkshire, e não no condado de Nottingham, onde até agora se acreditava que teria vivido o mítico personagem que roubava os mercadores ricos para alimentar os pobres.

Os especialistas da Universidade de Sheffield fizeram a descoberta em um local onde existia um castelo do século 12, no povoado Bolterstone.

A notícia pode ter um impacto negativo para Nottingham e o bosque de Sherwood, que recebem a cada ano milhares de visitantes de todo o mundo, interessados na vida de Robin Hood.

A descoberta coincide ainda com recentes pesquisas segundo as quais o herói medieval viveu em Yorkshire, e não em Sherwood. Foi informado ainda que Little John (o João Pequeno), amigo de Robin Hood, teria nascido e vivido em Hathersage, próximo à cidade de Sheffield.

O Editor do UOL Tablóide salta do sofá e dá urros de alegria assistindo a qualquer filme do Robin Hood, mesmo que quem esteja disparando as flechas seja o Kevin Costner. Basta abstrair.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos