Co-piloto dirige bêbado do banco do passageiro

Da Redação

O Zé Cachacinha, aquele amigo do Editor do UOL Tablóide que está sempre levememente embriagado, sempre ouve por aí: se beber, não dirija; se dirigir, não beba. Mas e se o ébrio em questão estiver apenas "meio" dirigindo? Ou seja, estiver apenas segurando o volante como co-piloto, sentadinho no banco do passageiro? A lei continua valendo? Hein, hein?

Bem, para a polícia do Estado da Pensilvânia, nos Estados Unidos, vale, sim. Um co-piloto embriagado foi preso por segurar o volante de seu colega, que manobrava os pedais do acelerador e da embregagem. O pobre co-piloto estava apenas fazendo um favor a seu colega, que precisava usar as mãos para uma tarefa bem mais importante: devorar um sanduíche.

As nobres intenções do alcoolizado co-piloto não valeram de nada na hora de levar a multa. O policial examinou os dois pilotos: o que dirigia com os pés passou no teste do bafômetro, já o co-piloto foi reprovado: foi encontrada uma quantidade de álcool três vezes acima do mínimo aceito.

O passageiro-piloto bêbado entrou com um recurso no tribunal para contestar a prisão. O argumento principal de defesa utilizado foi o de que "tinha o volante nas mãos apenas enquanto seu amigo dava uma mordida no pão"

Fonte: Agência ANSA

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos