Time de futebol inaugura cemitério para seus torcedores

Da Redação

A paixão dos torcedores pelos seus times do coração vai além da vida e da morte. Pelo menos é o que pensam os dirigentes do time argentino Boca Juniors, que inauguraram nesta quinta-feira um cemitério exclusivo para os torcedores que queiram levar suas cores azul e dourado desta para uma melhor.


Reuters/Boca Júniors 
Cemitério do Boca Júniors: fanático até depois da morte
"Está tão lindo que dá vontade de ficar", disse o ex-deputado Antonio Ubaldo Rattín, destacado meio-campista há quatro décadas e ídolo histórico do Boca.

O lugar para o descanso eterno dos torcedores do Boca será em um setor do cemitério Parque Iraola, em Berazategui (30 km ao sul), com capacidade para 3.000 sepulturas e está decorado com flores nas quais predominam o azul e o amarelo do clube, além de um imenso escudo.

"É uma maneira de atender a vontade dos torcedores. Há muitos sócios que nos pedem para lançar as cinzas de seus familiares em La Bombonera [o estádio do clube]. Aqui encontram um local mais formal. O torcedor do Boca é um passional em vida e no além também", disse o dirigente Orlando Salvestrini.

Desta maneira, os torcedores estarão em condições de levar à realidade uma estrofe do hino, que expressa seu amor eterno ao time e que diz: "nem a morte nos vai separar, desde o céu vou te alentar".

Na inauguração das sepulturas, forma depositados os restos mortais de duas lendárias figuras do Boca Juniors: os goleiros Juan Estrada e Júlio Elías Musimessi.

O Editor do UOL Tablóide é doido por futebol, mas prefere jogar bola numa quadra alugada do que nos campos celestiais lá de cima.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos