China cria relógio que só atrasa um segundo em 6 milhões de anos

Da Redação

O editor do UOL Tablóide tem um amigo que nunca chega no horário para o macarrão de domingo. Isso provoca uma série de inconveniências, porque o molho esfria, tem de ser reaquecido, e molho de macarrão requentado só não é pior que arroz de três dias.

Por isso, neste Natal, ele vai ganhar um presentão: cientistas chineses (também amigos do editor do UOL Tablóide), ligados ao poderoso Ministério das Ciências, desenvolveram, a tempo para este fim de ano de compras, um relógio atômico de grande precisão, que só atrasará um segundo a cada seis milhões de anos, informou hoje a agência oficial "Xinhua".

Os cientistas chineses pretendem usar o aparelho em áreas como a defesa nacional, aeronáutica, sistemas de posicionamento global e telecomunicações, nos quais atrasos mínimos causados por relógios convencionais podem afetar o funcionamento de equipamentos de alta tecnologia.

Já o editor do UOL Tablóide pretende evitar mais atrasos do seu amigo furão. Porque ele gosta mesmo é das coisas simples da vida.

Fonte: EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos