Pessoa mais velha do mundo morre nos EUA aos 116 anos

Da Redação

A mulher considerada a pessoa mais velha do mundo, Elizabeth Bolden, morreu aos 116 anos, informou nesta terça-feira a imprensa do Estado norte-americano do Tennessee.

Bolden, filha de escravos libertados, morreu na segunda-feira, em uma clínica onde vivia desde que sofreu um derrame dois anos atrás, segundo o jornal Memphis Commercial Appeal.

Ela nasceu em 15 de agosto de 1890, teve sete filhos, 40 netos, 75 bisnetos, 150 trinetos, 220 tetranetos e 75 pentanetos. Somando tudo: 492 descendentes. O sempre humilde Editor do UOL Tablóide, que gosta de bater recordes, planeja chegar aos 117 anos e 500 descendentes. Vai demorar um pouco, internauta, mas quem tem pressa?

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos