Mulher envenena marido para turbinar seios com dinheiro do seguro

da Redação

Uma norte-americana mãe de quatro filhos confessou nesta terça-feira que envenenou e matou o marido para ganhar a grana do seguro de vida e poder pagar uma cirurgia para aumentar o tamanho de seus seios.

O caso aconteceu na Califórnia, em fevereiro de 2002. Cynthia Sommer, 33, deu sumiço no seu marido, Todd Sommer, envenenando-o com arsênico. Todd tinha 23 anos, era marine e era o segundo marido da acusada.

Na época, pensou-se que Todd tinha morrido de problemas cardíacos. Mas a viúva negra estava muito alegrinha, o que deixou os policiais com a pulga atrás da orelha.

A polícia descobriu então que, depois de ter recebido os US$ 250 mil do seguro de vida (quase R$ 533 mil), Cynthia fez uma cirurgia para aumentar os seios. Para aproveitar os novos atributos, ampliou o número de namorados, deu várias festas loucas e até viajou ao México para participar daqueles concursos de garotas de camisetas molhadas (uhú!).

Em 2003, a polícia fez uma necropsia e descobriu vestígios de arsênico no corpo de Todd. A festa acabou: Cynthia foi parar nos tribunais, confessou e agora ela e seus seios podem ser condenados até mesmo à prisão perpétua!

O Editor do UOL Tablóide pergunta-se: o que será que Cynthia fez ao seu primeiro marido?

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos