Advogado quer medição de pênis de cliente acusado de estupro

da Redação

Para provar a inocêndia de um nigeriano de 37 anos acusado de estupro, os advogados de defesa pediram que o IML de uma cidade espanhola medisse o pênis de seu cliente.

O nigeriano é acusado de três estupros que teriam sido cometidos entre 1998 e 2002. Ele será julgado em 7 de março e pode pegar até 30 anos de xadrez.

O que o advogado quer provar é que seu cliente é "bem-dotado", e que a lesão vaginal e a hemorragia sofridas por uma das vítimas foram provocadas por isso, e não pelo uso de força ou violência. Em suma, não teriam sido estupros, mas "relações consentidas".

O Editor do UOL Tablóide acha que todo pênis é inocente até medição em contrário.

Fonte: EFE

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos