Família transforma cinzas de morto em diamante

da Redação

Uma família inglesa decidiu transformar o corpo de um parente morto em diamante.

Mick Egan morreu de hemorragia cerebral no ano passado. Sua viúva, Susan, mandou cremá-lo e transformá-lo em um diamante de vários quilates.

O processo de fabricação durou 24 semanas, e foi feito por uma empresa especializada. O carbono extraído das cinzas do corpo virou grafite adiamantado.

A filha do casal, Celeste, usou o pai, digo, o diamante, no dia de seu casamento. De certa maneira, ela realizou o sonho de subir ao altar acompanhada do pai.

"Achamos que ele teria adorado a idéia", disse a viúva. Segundo ela, o que restou de Mick agora é o seu "diamante da sorte", e ela não se arrepende do que fez.

A minha tia Izildinha gostou da idéia. Afinal, não é de hoje que ela diz que "um diamante é para sempre".

Fonte: Ansa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos