Mulher finge ser homem para molestar adolescente

Agência Ansa

Tem gente que capricha nas táticas de sedução. Outros, vão longe demais. Apaixonada por uma adolescente de 14 anos, Lorelei Corpuz (Lorelei é nome de homem ou de mulher?), de 30 anos, resolveu adotar um disfarce. Engrossou a voz e começou a fingir que era um rapaz de 17 anos. E mentiu por um ano, enganando uma família inteira, só pra ter chance de abusar da garota.

Tudo isso aconteceu na cidade de Everett, que fica perto de Seattle, nos EUA. Lorelei encontrou a menina, disse que se chamava Mark Villanueva e tinha 17 anos. Pra comover a presa, deu de coitada com uma história cabeluda: disse que sua mãe morrera de câncer. E aumentou a mentira: falou que seu pai tinha se suicidado.

A menina de 14 anos ficou comovida e começou a trocar telefonemas e a ver Mark, ops, Lorelei. E convenceu sua família de que o (a) amigo (a) havia sofrido muito. Então, os pais da garota convidaram "o namorado" para morar em casa.

Durante um ano, ninguém suspeitou que João, na realidade, não passava de Maria. Então, a polícia descobriu a farsa. Arrasada, a garota confessou que foi molestada sexualmente por Lorelei que, claro, acabou na cadeia.

Agência Ansa

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos