Dia de Natal provoca discórdia em convenção de papais-noéis

Editor do UOL Tablóide

Tem gente que maldiz a burocracia. Mas essa gente não sabe a confusão que dá se, por exemplo, um cartório não registra o dia certo do nascimento de alguém.

Um pequeno exemplo: o cartório da pequenina Belém não guardou os registros do nascimento de Jesus. E, agora, papais-noéis de todo o mundo enfrentam um assunto espinhoso: que dia comemorar o Natal.

Cento e sessenta papais-noéis e duendes da Europa, Austrália e do Japão inauguraram nesta segunda-feira seu 50º congresso mundial em Bakken - um parque de atrações ao norte de Copenhague. Uns querem a festa no dia 24 de dezembro, outros, no tradicional 25/12, e muitos defendem os dias 6 ou 7 de janeiro, como os russos.

"Não é nada fácil!", comentou exausta para a AFP Vibeke Larsen, porta-voz do congresso, que tem, ainda, de divulgar outras reivindicações dos velhinhos, como a redução dos impostos para os brinquedos fabricados na Groenlândia.

O Editor do UOL Tablóide, cujo pai faz anualmente aniversário nos dias 8 e 14 de janeiro, não pôde participar da discussão.

Fonte: AFP

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos